Conselho

Medidas de controle e tratamento de cebolas de míldio (míldio)

Medidas de controle e tratamento de cebolas de míldio (míldio)


We are searching data for your request:

Forums and discussions:
Manuals and reference books:
Data from registers:
Wait the end of the search in all databases.
Upon completion, a link will appear to access the found materials.

A peronosporose da cebola é uma doença fúngica que costuma afetar a planta em qualquer estágio de sua maturação. A cebola pode infectar-se com o fungo todos os anos, pois os esporos hibernam no solo ou no bolbo, sem causar o seu apodrecimento. Esta doença é generalizada e, para muitos agricultores, torna-se um grande problema, por isso é necessário saber o que fazer se a cebola estiver infectada com míldio.

Descrição da doença

O míldio (o míldio das cebolas) tem este nome devido à floração púrpura acinzentada nas "penas" da planta.

A peronosporose da cebola, cuja foto permite ver possíveis manifestações do fungo, não aparece antes do plantio. Isso torna irrealista a seleção de material de plantio inadequado. A doença se desenvolve rapidamente e, quanto mais forte a lesão, mais sintomas adicionais podem ser observados.

Existem os seguintes sinais e estágios de desenvolvimento da doença:

  1. As primeiras manifestações do falso orvalho podem ser vistas na segunda quinzena de abril - início de maio, quando pequenas manchas amarelas aparecem nas folhas e pedúnculos. E depois de um tempo, esporos cinza-púrpura do fungo aparecem nas plantas infectadas.
  2. A floração pulverulenta é melhor vista pela manhã, quando os canteiros estão cobertos de orvalho.
  3. Com o desenvolvimento da doença, as manchas nas folhas aumentam. As penas da cebola ficam quebradiças. Com o tempo, eles afundam no chão e murcham. A planta parece doente.
  4. Devido à penetração da infecção profundamente no bulbo, a cultura não pode se desenvolver normalmente. Se os pedúnculos estiverem infectados, as sementes geralmente não amadurecem.

As doenças fúngicas podem destruir até 50% da cultura da cebola, portanto, você precisa saber não apenas como a peronosporose se manifesta, mas também as condições básicas em que a doença ocorre.

Infecção peronosporose

As principais condições para o desenvolvimento de orvalho falso são uma mudança brusca de temperatura e alta umidade pela manhã, ou seja, retenção de orvalho. Durante os verões secos, o fungo é menos comum. A peronosporose em cebolas se desenvolve se a temperatura cair para + 16 ° C e a umidade aumentar para 90-100%.

Tais condições climáticas são observadas à noite, na primavera e no início do verão. Nesse momento, os esporos despertam e, quando o sol nasce e a temperatura do ar aumenta (mas o orvalho ainda não evaporou), eles começam a se desenvolver intensamente.

O período de incubação da peronosporose dura de 3 a 15 dias, e durante a temporada os fungos se desenvolvem até 6 gerações.

As condições favoráveis ​​para a cebola adoecer com peronosporose são a falta de ar fresco e de luz solar. Portanto, é necessário escolher o local certo para os canteiros e não plantar a planta muito apertado.

Para o plantio de cebolas, os agrônomos recomendam escolher as partes do jardim onde a luz do sol entra livremente. É melhor colocar os canteiros longe de umidade e sombra, pois a umidade constante e a falta de luz solar são excelentes condições para a propagação do fungo. Os esporos são transportados por correntes de ar e gotículas de água durante a chuva ou rega intensa.

O fungo geralmente permanece no solo junto com as sobras de cebolas da safra contaminada do ano passado. Para evitar uma nova infecção, recomenda-se a troca do local de plantio da hortaliça.

Métodos de tratamento

Se forem encontrados sinais de fungos na planta, é necessário abandonar os fertilizantes orgânicos e mudar para os fertilizantes com fósforo e potássio. Como o míldio da cebola se desenvolve bem em alta umidade, então, ao encontrar os sintomas, é recomendável reduzir a irrigação.

Na luta contra a doença, remédios químicos e populares são usados ​​para tratar as áreas afetadas. Durante a estação de cultivo, as cebolas podem ser pulverizadas com fungicidas, mas após o processamento, as penas verdes não podem ser comidas.

Os bulbos podem ser comidos lendo primeiro as instruções de uso do produto químico, pois o vegetal ficará impróprio para a alimentação por algum tempo. No futuro, para consolidar o resultado, os jardineiros recomendam borrifar com água com sabão.

O tratamento com pesticidas é bastante eficaz, mas existem outras opções mais seguras para lidar com o míldio. Vários métodos e métodos caseiros são usados ​​com eficácia e sem prejudicar a saúde humana, e o combate às infecções está sendo feito com remédios populares.

Uma das soluções mais eficazes é o whey. Ele contém bactérias que são inofensivas para a planta, mas prejudiciais para o fungo. O soro é diluído 1:10 com água. Em seguida, a cebola doente é borrifada com a solução resultante.

Métodos de prevenção

É muito mais fácil prevenir doenças do que salvar uma colheita contaminada. Portanto, jardineiros experientes são aconselhados a prevenir regularmente a doença usando as seguintes medidas:

  1. Remova cuidadosamente os resíduos da colheita da camada superficial do solo.
  2. Para o inverno, é imperativo cavar o solo onde o vegetal infectado cresceu.
  3. Para o plantio, não use a mesma parcela do jardim.
  4. Semeie apenas sementes saudáveis.
  5. Antes de plantar as cebolas, aqueça o material de plantio a uma temperatura de +40 ° C por pelo menos 8 horas.
  6. Inspecione as plantas periodicamente em busca de sinais de doenças.
  7. Faça a manutenção adequada em campo aberto: remova ervas daninhas, regue de manhã.

Dicas de um jardineiro experiente

Jardineiros experientes enfrentam esse problema há muitos anos, portanto, conselhos e regras foram formados, observando que você pode efetivamente lidar com a peronosporose e prevenir sua ocorrência:

  1. Após a colheita da safra, os bulbos devem ser bem secos até que se formem escamas secas.
  2. Tendo visto os primeiros sinais do míldio da cebola, é recomendável remover os espécimes infectados e tratar o resto das plantas com cinzas de madeira a uma taxa de 50 g por 1 m².
  3. Plante cebolas apenas no lado ensolarado do jardim e não coloque-as muito densamente.

Um bom método para a prevenção e tratamento de muitas doenças das plantas, incluindo o míldio, é alimentar-se com infusão de ervas.

Para preparar o produto, você precisará de grama picada. As ervas daninhas também servem. A erva é derramada com água fervente e insistida por 4 dias. Durante esse tempo, as verduras devem fermentar. A seguir, a infusão é filtrada e a cebola borrifada com ela.


Assista o vídeo: Resistência do Oídio e do Míldio aos fungicidas - Safra 20162017 (Julho 2022).


Comentários:

  1. Aswad

    Obrigado ao autor, continue nos fazendo felizes!

  2. Brandon

    O brilho

  3. Leandre

    Concordo totalmente com ela. Eu acho que isso é uma boa idéia. Concordo plenamente com ela.

  4. Torey

    Ótima ideia e prazo

  5. Julien

    Eu posso falar muito sobre esse assunto.

  6. Audel

    Desculpe, está limpo



Escreve uma mensagem