Conselho

Por que morrem os coelhos, as principais razões e o que fazer em casa

Por que morrem os coelhos, as principais razões e o que fazer em casa


We are searching data for your request:

Forums and discussions:
Manuals and reference books:
Data from registers:
Wait the end of the search in all databases.
Upon completion, a link will appear to access the found materials.

A criação de coelhos é um processo complexo e exigente que exige o cumprimento de uma série de condições. Às vezes, os animais são confrontados com patologias graves que podem levar à sua morte. Os fatores desencadeantes são doenças infecciosas e não infecciosas. Portanto, muitos agricultores estão interessados ​​na pergunta: por que exatamente os coelhos morrem?

As principais causas de morte

Ao criar coelhos, os fazendeiros podem enfrentar mortes massivas ou a morte de um animal. Pode haver muitos motivos para esses problemas. Os principais fatores incluem falta de cuidado, uso de ração de baixa qualidade, condições insalubres e poluição da água. A violação das condições para manter os animais aumenta a probabilidade de serem afetados por patologias infecciosas e não infecciosas.

Para evitar a mortalidade e reduzir o número de animais doentes, é recomendável que você se familiarize com as principais regras e condições de criação de coelhos. Estudar os sintomas das doenças não é de pouca importância. Isso ajudará a prestar assistência aos animais a tempo.

VGBK (febre)

Esta é uma das patologias mais comuns. A doença se espalha por meio de gotículas transportadas pelo ar, através das fezes, de produtos contaminados. A patologia pode ser aguda ou assintomática. Na maioria das vezes, os animais são infectados no verão. Eles morrem um dia após a infecção. Não existem métodos eficazes de tratamento. Para evitar que o coelho morra de HBV, ele precisa ser vacinado. Pela primeira vez, a vacina é administrada após 1,5 anos e, em seguida, repetida em intervalos de 6 meses.

Opinião de um 'expert

Zarechny Maxim Valerievich

Engenheiro agrônomo com 12 anos de experiência. Nosso melhor especialista em chalés de verão.

Se o animal morrer repentinamente, deve ser feita uma autópsia. Caso contrário, corre-se o risco de perder todo o gado.

Mixomatose (cinomose)

Esta é uma patologia perigosa que é transmitida por gotículas transportadas pelo ar. Ele também pode se espalhar por meio de picadas de insetos. Um coelho lactante pode infectar coelhos jovens por meio do leite.

Na fase inicial, a doença é assintomática, após o que se formam caroços na cabeça e nas orelhas. A duração da doença é de 1 a 2 semanas. Em seguida, os coelhos morrem um a um. Não existem tratamentos eficazes. A vacinação ajuda a evitar doenças.

Pasteurelose

É uma infecção viral que se espalha pelo ar, alimentos ou água. Nesse caso, há tosse, distúrbios respiratórios, espirros. O apetite do coelho piora, a temperatura aumenta e o pus é liberado da boca.

Se você não fizer nada, há risco de morte do animal. Agentes antibacterianos e sulfonamidas ajudarão a lidar com o problema. Se você ajudar o coelho a tempo, ele sobreviverá. Para a profilaxia, a vacinação é realizada a partir de um mês de idade. Animais adultos devem ser vacinados 2 vezes ao ano.

Coccidiose

O agente causador da doença é a coccídia, que provoca danos ao fígado e aos intestinos. A infecção é realizada por meio de rações de baixa qualidade, água contaminada e fezes. Pessoas e animais são os distribuidores.

Um coelho doente apresenta uma deterioração do apetite, perda de peso, inchaço, diarreia. Para evitar que o animal morra, ele precisa receber antibióticos. Para prevenção, vale a pena seguir as normas de higiene, desinfetando as células. Recomenda-se que os animais mortos sejam queimados.

Flatulência

O animal pode morrer de distensão intestinal. Os coelhos são caracterizados por uma alta sensibilidade deste órgão. A causa da patologia é considerada uma mudança brusca na microflora digestiva. Isso se deve à alta umidade e suculência dos alimentos.

Os principais sinais de flatulência são considerados apatia e perda de apetite. Com o desenvolvimento da fermentação no intestino, suas paredes aumentam de volume. Como resultado, bactérias se acumulam no esôfago, suas paredes são destruídas, o que leva à morte do animal.

Estomatite

Com esta infecção viral, há uma forte produção de saliva, a língua incha, as membranas mucosas da cavidade oral ficam vermelhas. Além disso, o coelho apresenta fraqueza geral e o peso cai drasticamente. O tratamento é prescrito por um veterinário. Se você não ajudar o coelho a tempo, isso provocará sua morte.

Cisticercose

A infecção de um coelho com larvas tsestoda torna-se um fator provocativo da patologia. Eles afetam o fígado e causam peritonite. É impossível curar a patologia. Provoca a morte do animal. Só é possível identificar a doença após a morte. Coelhos mortos devem ser queimados.

Tularemia e listeriose

Ratos, insetos, carrapatos são considerados portadores de doenças. Patologias não são curadas. Só é possível diagnosticá-los após a abertura. Nesse caso, as carcaças dos coelhos mortos devem ser queimadas.

A listeriose é perigosa para os humanos, porque todos os indivíduos que entraram em contato com um coelho morto são destruídos.

Outras possíveis causas de morte de coelhos

Às vezes, os coelhos morrem sem motivo aparente. As causas comuns de problemas incluem o seguinte:

  1. Nutrição inadequada. Até o animal mais saudável pode morrer por comer plantas venenosas. Uma quantidade excessiva de alguns vegetais - repolho, cenoura, beterraba, pepino - também leva a isso.
  2. Ácaros da orelha. Ao mesmo tempo, os animais se batiam nas orelhas com as patas. Então eles ficam fracos e morrem.
  3. Falta de vitaminas. A avitaminose provoca esgotamento do corpo e causa a morte do animal. Na maioria das vezes, o problema ocorre no outono ou inverno. Coelhos ornamentais que são cultivados em casa também são suscetíveis a ela.
  4. Miases. Nesse caso, as moscas depositam as larvas nas áreas danificadas do corpo dos animais. Isso é especialmente perigoso quando a pele é afetada por urina ou fezes.

Os coelhos pequenos até 1 mês de idade não apresentam patologias. Eles se distinguem pela forte imunidade, que recebem de sua mãe. A hipotermia é considerada uma causa comum de morte de filhotes.

A fome é outro fator. A deficiência de leite materno nos primeiros dias pode levar à morte de coelhos. Com sua falta, é necessário melhorar a nutrição da fêmea ou retirar alguns dos filhotes para outro coelho.

Como evitar que os coelhos morram

Para criar um ambiente confortável para os animais, é recomendado fornecer as condições corretas de manutenção:

  1. Faça um piso de ripas para que os resíduos não se acumulem. É importante garantir uma circulação de ar adequada na sala.
  2. Remova sistematicamente a palha ao redor da gaiola. Isso é necessário para evitar a multiplicação de vermes.
  3. Remova os resíduos de água e ração em tempo hábil. Isso ajuda a evitar a proliferação de bactérias. É importante manter a comida e a água sempre frescas.
  4. Examine os animais sistematicamente. Para animais jovens, isso deve ser feito diariamente. Os adultos são examinados em intervalos de 2 semanas.
  5. Desinfete as instalações regularmente.

A vacinação oportuna não é de pouca importância. Após o desmame dos coelhos da mãe, existe uma grande ameaça de infecção dos animais. Portanto, é recomendado fazer as seguintes vacinações:

  • de VGBK - feito em 1,5 meses;
  • de mixomatose.

Hoje, existem vacinas complexas que protegem os animais de infecções perigosas. Neste caso, é necessário cumprir as seguintes regras:

  • aderir ao esquema de vacinação;
  • comprar medicamentos em farmácias veterinárias;
  • controlar a data de vencimento;
  • vacinar apenas animais saudáveis.

A morte de coelhos pode estar associada a patologias perigosas. Para evitar tais problemas, é importante dar aos animais os cuidados adequados e vaciná-los em tempo hábil.


Assista o vídeo: 5 erros comuns na alimentação dos coelhos (Outubro 2022).