Conselho

Como alimentar e fertilizar a abobrinha durante a floração e a frutificação para acelerar o amadurecimento

Como alimentar e fertilizar a abobrinha durante a floração e a frutificação para acelerar o amadurecimento


We are searching data for your request:

Forums and discussions:
Manuals and reference books:
Data from registers:
Wait the end of the search in all databases.
Upon completion, a link will appear to access the found materials.

Todo mundo conhece os benefícios da abobrinha para o corpo humano. Para cultivar um vegetal na horta e obter uma boa colheita, você deve seguir as regras da tecnologia agrícola. Eles indicam como alimentar a abobrinha durante a floração e a frutificação, para que os frutos adquiram bom sabor.

As plantações de vegetais precisam ser alimentadas com fertilizantes orgânicos e minerais.

Molho básico para medula vegetal

A abobrinha é considerada despretensiosa de cuidar, mas bastante exigente quanto à qualidade do solo. Você precisa plantar plantas em solo pré-fertilizado. Para isso, o melhor é usar produtos orgânicos - esterco ou húmus.

O tipo de fertilização depende das condições do solo. Se o solo for solto e leve o suficiente, o estrume é introduzido nele e a terra densa e pesada é diluída com húmus e areia. Quando as mudas já estão nos canteiros, e não nas caixas em forma de mudas, é preciso alimentá-las de maneira correta e em tempo hábil.

A fertilização da abobrinha ocorre em várias etapas. O primeiro fertilizante é aplicado na fase de muda. Para estes fins, é utilizada uma preparação mineral complexa solúvel em água. A ferramenta é preparada com antecedência e as mudas jovens são regadas com ela uma vez por semana. Isso vai estimular o crescimento dos brotos e formar o sistema radicular corretamente.

A preparação contém oligoelementos como nitrogênio, potássio, fósforo, ferro, cobre, arginina, triptofano e fitohormônios. Você pode fertilizar as mudas com uma solução até que sejam plantadas em canteiros abertos.

A cultura é alimentada pela segunda vez na fase de formação da inflorescência. Frequentemente, nesta fase, os jardineiros usam uma mistura de fermento. Enriquece o solo com nutrientes e vitaminas.

O fermento contém vitaminas do grupo B, E e H. Eles também contêm compostos de cobre, ferro, cálcio e fósforo. O molho de levedura é preparado da seguinte forma: 200 g de fermento fresco são dissolvidos em 1 litro de água e outros 10 litros de água quente são adicionados. Qualquer plantação de vegetais pode ser regada com esta solução. Alguns jardineiros também adicionam cinzas de madeira à mistura. Para 10 litros de água, 0,5 kg de matéria seca é suficiente.

O revestimento de cobertura à base de fermento deve ser aplicado com cuidado, evitando que caia na folhagem e nas flores. Os vegetais crescem ativamente após tal fertilização. Mas esse método também tem suas desvantagens - a conservação da abobrinha alimentada com fermento nem sempre é de alta qualidade. Exagerar neste tipo de alimentação definitivamente não vale a pena. Basta adicionar uma vez durante o período de formação da flor.

A terceira alimentação é realizada durante o período de floração principal. Você pode usar fertilizantes orgânicos ou produtos minerais complexos projetados para abóbora, melão e melancia.

Às vezes, os medicamentos são usados ​​para esses fins. Em particular, é fertilizado com a ajuda de amônia e amônia; a amônia pode ser usada para fertilizar não apenas vegetais, mas também plantações de flores. O amoníaco é diluído em água na seguinte proporção: 50 ml de álcool por 5 litros de água.

Alguns produtores preferem usar uma solução de amônia mais fraca. É preparado com 10 litros de água e 1 colher de sopa. eu. amônia. O princípio de utilização do produto reside no fato desse medicamento ser um composto nitrogenado, facilmente processado pelas plantas sem atrair bactérias. Sinais típicos de que a abobrinha carece de nitrogênio são os seguintes indicadores:

  1. Folhas amareladas da linha inferior.
  2. Os verdes são pequenos e deformados.
  3. Os caules e as folhas tornam-se quebradiços e quebradiços.
  4. Grande quantidade de vegetação na ausência de inflorescências.
  5. A derrota dos arbustos pelos fungos.
  6. Poucas frutas. Murchidão das abobrinhas e aparecimento de manchas amarelas.
  7. A folhagem fica amarela e se enrola nas bordas.

A solução de amônia promove o crescimento ativo do material de plantio. Quando usado, a germinação das sementes aumenta e acelera, e a formação do sistema radicular ocorre sem perturbações.

O tratamento com ácido bórico já é realizado em mudas cultivadas. A droga acelera a produção e o processamento de substâncias nitrogenadas pelas plantas, aumenta a síntese de clorofila na vegetação. O ácido bórico melhora a palatabilidade da fruta. A quantidade de açúcar neles aumenta, o nível de aminoácidos e vitaminas aumenta.

Graças à alimentação com álcool bórico, os arbustos crescem bem. Eles formam um grande número de ovários e fortalecem o sistema radicular. A planta aumentou a imunidade a vários fungos e pragas.

Existe uma grande variedade de fertilizantes que podem e devem ser usados ​​no cultivo de medula vegetal. A cultura reage bem a substâncias nitrogenadas e potássicas. As plantas fertilizadas por eles proporcionam uma colheita rica e de alta qualidade. O principal é fazer os preparativos de forma correta e oportuna. Um excesso de oferta de fertilizantes pode levar ao efeito oposto. Um aumento na cobertura provoca um crescimento ativo da folhagem e uma completa falta de frutos.

Como alimentar a abobrinha após o plantio no solo?

Depois de plantar as mudas nos canteiros, é preciso organizar adequadamente o cuidado com ela. Em primeiro lugar, é uma rega competente, que tem especificidades próprias. E não menos importante é a alimentação de abobrinhas em campo aberto. Também possui várias etapas.

A primeira aplicação de fertilizantes ocorre 7 a 10 dias após o plantio das mudas. Nesse momento, as raízes das mudas se adaptam ao solo e começam a absorver ativamente os nutrientes do solo.

É melhor usar fertilizantes complexos. Durante este período, uma planta jovem precisa de nutrição adicional e um conjunto de nutrientes. Nesta fase, o uso de curativos inorgânicos é o mais seguro.

Com o aparecimento de inflorescências nos arbustos, pode-se realizar uma segunda mamada. Na maioria das vezes, substâncias orgânicas ou métodos populares são usados ​​aqui. As preparações naturais e orgânicas são mais eficazes na nutrição complementar das plantas. Estes incluem: húmus ou composto, estrume, excrementos de galinha, cinza de madeira, turfa, silte, serradura e casca, estrume verde.

Dependendo do terreno e das condições do solo, os jardineiros selecionam o tipo de fertilizantes orgânicos. Na maioria das vezes, a cinza de madeira é usada para a abóbora. Enriquece o solo com nutrientes como potássio, boro, magnésio, ferro, silício, enxofre, manganês e cálcio. As cinzas podem ser obtidas no processo de queima de várias lenha, mas mesmo aqui você tem que aplicar habilidades e conhecimentos básicos.

Portanto, a cinza que sobra da combustão dos ramos jovens contém uma grande quantidade de potássio. A maior parte do cálcio permanece dos ramos antigos. As cinzas que sobraram de várias gramíneas, folhagens e raízes de plantas são ricas em potássio e ferro.

O jardineiro deve saber que é estritamente proibido usar cinzas da queima de resíduos domésticos.

As cinzas são introduzidas no solo a uma taxa de 4-5 kg ​​por 10 m². Você pode preparar uma solução de cinza de madeira, que é regada ou borrifada com arbustos de abobrinha. Para isso, 2 colheres de sopa. a cinza é dissolvida em 1 litro de água quente, bem misturada e deixada resfriar à temperatura ambiente.

Após o plantio, as mudas jovens precisam sempre de enriquecimento mineral e nutrição adicional, pois passam por um período de adaptação a um novo local.

Como alimentar a abobrinha durante a floração?

Durante o período de floração, é importante escolher o fertilizante certo para a abobrinha. Os produtores de vegetais experientes aconselham o uso apenas de aditivos orgânicos, mas muitas vezes a fertilização combinada é mais eficaz.

Por exemplo, você pode usar uma solução de cinza de madeira em conjunto com superfosfato. A solução de cinzas é preparada a partir de 2 colheres de sopa. cinzas e 5 litros de água morna. Adicione 1-2 colheres de sopa. fosfato e misture bem.

A alimentação foliar de abobrinha é popular entre os jardineiros. Consiste em regar com uma solução nutritiva ao redor dos canteiros e borrifar as próprias plantas. A solução é preparada a partir de 0,5 l de verbasco e 1 l de Nitroammofoska.

O enfeite superior mais popular entre os jardineiros é o Nitroammofoska. Ele contém 3 componentes principais: nitrogênio, potássio e fósforo. Para a irrigação ao redor dos canteiros, também é possível usar ácido bórico com a adição de fezes de pássaros.

O uso de esterco durante o período de floração é bastante eficaz, mas aqui é importante respeitar as regras de segurança. O fato é que o estrume, caindo nas folhas ou nas flores, pode causar queimaduras na planta. Recomenda-se diluir com água e aplicar suavemente sob a raiz, tentando não machucar os caules e as folhas do arbusto.

Como alimentar a abobrinha durante a frutificação?

A fertilização da abobrinha durante o período de maturação deve ser realizada apenas com substâncias seguras ou orgânicas. Os vegetais nesta fase absorvem ativamente todos os oligoelementos e minerais que têm um impacto direto em seu sabor e qualidade.

Durante o período de frutificação, é melhor usar substâncias como:

  • superfosfato;
  • preparações à base de potássio;
  • ureia.

De matéria orgânica, cinzas de madeira, excrementos de pássaros e composto são adequados para a alimentação de abobrinhas.

É imprescindível enriquecer o solo, pois a planta gasta muita energia nesse período. Para que o arbusto não murche, mas dê uma rica colheita, é necessário prover a abobrinha com a introdução dos minerais necessários.

Como alimentar a abobrinha para o crescimento adicional?

Para aumentar o crescimento de uma plantação de vegetais, soluções prontas são usadas com mais frequência, que atuam como estimuladores do crescimento das plantas. Esses medicamentos podem ser adquiridos em lojas especializadas.

O ácido bórico ou ureia é popular para o crescimento da abobrinha; o uso de ácido bórico junto com o iodo também dá excelentes resultados. As plantas respondem bem a este tipo de nutrição e aumentam o crescimento.

Você pode preparar uma solução nas seguintes proporções: tomar 0,5 colher de chá de ácido bórico para 10 litros de água morna e adicionar 10 gotas de iodo. Todos estão misturados. Deixe o líquido esfriar até a temperatura ambiente.

O iodo atua como uma espécie de anti-séptico. Para prevenção, a pulverização de iodo é realizada várias vezes durante a estação de cultivo. Isso evitará o aparecimento de fungos e insetos nocivos.

O iodo é misturado com leite. O efeito desta solução dura muito tempo. As plantas ganham imunidade contra infecções e pragas.

Quando as abobrinhas são alimentadas, elas ajudam a planta a se desenvolver de uma pequena semente em um arbusto grande e fértil, cujos vegetais conterão nutrientes e vitaminas.


Assista o vídeo: Famílias investem no plantio da abobrinha. Confira! (Setembro 2022).