Conselho

Por que um leitão pode tossir e as causas da doença, como tratar

Por que um leitão pode tossir e as causas da doença, como tratar


We are searching data for your request:

Forums and discussions:
Manuals and reference books:
Data from registers:
Wait the end of the search in all databases.
Upon completion, a link will appear to access the found materials.

É importante identificar e tratar patologias animais em tempo hábil. Isso é especialmente verdadeiro quando se trata de jovens que não têm um sistema imunológico muito bom. Sintomas alarmantes são especialmente perigosos. Portanto, muitos agricultores estão interessados ​​em saber por que o leitão está tossindo. Os motivos da violação são diferentes. Isso inclui infecções, lesões dos órgãos digestivos, invasões helmínticas.

Qual é o perigo da tosse para porcos e leitões

A tosse em leitões pode indicar patologias graves que representam uma ameaça à vida. Quando essas doenças aparecem, geralmente são necessários medicamentos. As doenças dos suínos são muito semelhantes às dos humanos. Ao mesmo tempo, é importante identificar seus sintomas em tempo hábil. Muitas patologias são infecciosas e podem se espalhar entre animais. Ao mesmo tempo, existe o risco de afetar todo o rebanho.

Causas do sintoma

A tosse em leitões pode ser devida a vários fatores. Isso inclui resfriado comum, invasão de helmintos e outras causas. É importante fazer um diagnóstico preciso a tempo.

Resfriados

Ao criar leitões em quartos úmidos e frios, a probabilidade de desenvolver resfriados é alta. O enfraquecimento do sistema imunológico provoca uma deficiência de nutrientes e vitaminas. Portanto, é muito importante alimentar seus animais de estimação adequadamente.

O primeiro sintoma de um resfriado é a tosse. Neste caso, os leitões podem estar em um estado superexcitado ou apático. A tonalidade de suas orelhas também muda. Em vez de rosa, fica acinzentado.

Inflamação pulmonar, tuberculose

Os leitões às vezes tossem devido à pneumonia. Ao mesmo tempo, eles apresentam os seguintes sintomas:

  • respiração ofegante;
  • distúrbio respiratório;
  • tosse seca;
  • fraqueza geral;
  • violação do apetite;
  • um aumento na temperatura;
  • sede;
  • o aparecimento de conjuntivite e a formação de crostas.

Manifestações semelhantes ocorrem na tuberculose infecciosa. Nessa situação, é necessário separar imediatamente os animais doentes e chamar um veterinário que fará o diagnóstico.

Desordens gástricas

Se os leitões forem colocados em uma dieta regular muito cedo, existe o risco de desenvolver gastroenterite. O principal sintoma da patologia é considerado orelhas azuis e uma mancha. Além disso, freqüentemente ocorrem distúrbios de fezes, diminui a atividade física e aparecem problemas com ganho de peso. Além disso, um desequilíbrio na dieta torna-se a causa das violações.

Ascaríase

Às vezes, a ocorrência de tosse está associada à ingestão de ascaris pelo corpo. Eles crescem e se desenvolvem nos intestinos dos animais. O comprimento das lombrigas pode atingir 20-35 centímetros. Alguns ovos, colocados nos intestinos, transformam-se em larvas e penetram nos brônquios e nos tecidos pulmonares com a corrente sanguínea.

Opinião de um 'expert

Zarechny Maxim Valerievich

Engenheiro agrônomo com 12 anos de experiência. Nosso melhor especialista em chalés de verão.

Quando as larvas liberam substâncias tóxicas nos animais, ocorre envenenamento. Nesse caso, o muco transborda dos pulmões e interrompe as funções respiratórias. Isso causa tosse úmida em leitões.

A ascaríase é muito perigosa para porcas grávidas e porcas pequenas. Portanto, para prevenir a patologia 1 mês antes do parto, é realizada a desparasitação. Os principais sinais de ascaridíase incluem:

  • respiração ofegante ou tosse;
  • distúrbio respiratório;
  • vômito;
  • deterioração ou perda completa de apetite.

Outras razões

Outros fatores que podem desencadear o desenvolvimento de tosse em animais incluem o seguinte:

  • violação de ventilação na sala;
  • acúmulo de bolores na dieta;
  • deficiência de elementos úteis;
  • lesão traumática;
  • entrar nos pulmões de um objeto estranho;
  • irritação dos tecidos pulmonares.

Métodos de diagnóstico

Para identificar as causas da tosse, você precisa entrar em contato com o seu veterinário. O médico deve avaliar o estado geral do animal e examinar sintomas adicionais. Para diagnosticar a helmintíase, é necessário um estudo das fezes dos porcos. Os exames laboratoriais ajudam a identificar infecções virais - gripe ou peste africana.

Como lidar com o problema?

Para tratar os leitões, é importante fazer um diagnóstico preciso a tempo. Caso contrário, a terapia não ajudará a lidar com a violação. O veterinário deve fazer pesquisas e selecionar o tratamento.

Um exame de esfregaço especializado é necessário para detectar a pneumonia. O diagnóstico veterinário ajudará a identificar a invasão helmíntica. Se um objeto estranho entrar no corpo, o médico realiza um pequeno exame. Após identificar a causa dos problemas, vale a pena iniciar o tratamento. Isso deve ser feito imediatamente, pois a doença pode progredir e ser fatal. Para evitar complicações de pneumonia, recomenda-se injetar antibióticos. Os medicamentos eficazes incluem:

  • Tilan;
  • "Espiramicina";
  • "Oxitetraciclina".

Para eliminar a invasão helmíntica, recomenda-se o uso do medicamento “Novomek” na concentração de 1%. Nesse caso, vale a pena usar 1 mililitro do produto para cada 50 gramas de peso corporal do porco. Isso ajuda a destruir a maior parte dos vermes.

Recomenda-se combinar o tratamento com a desinfecção. Isso ajudará a lidar com as causas do desenvolvimento de patologias e a proteger outros animais. Mesmo após a recuperação, a caxumba pode ter dificuldade para ganhar peso. Além disso, muitas vezes eles se tornam inadequados para reprodução.

Medidas de prevenção

Para evitar o desenvolvimento de patologias perigosas, é importante proporcionar aos leitões condições de alojamento adequadas. Recomenda-se mantê-los em local seco, quente e limpo. Para evitar o acúmulo de gases perigosos, é necessário remover o estrume em tempo hábil e controlar o equilíbrio da nutrição.

Para fortalecer o sistema imunológico dos leitões no 5-7º dia de vida, eles precisam receber ração antes do início. Recomenda-se dar atenção especial aos animais que foram separados da mãe. Esta é uma situação bastante estressante que aumenta o risco de patologias. A tosse em leitões é considerada um sintoma bastante alarmante. Para lidar com essa violação, você precisa entrar em contato com um veterinário em tempo hábil, que fará um diagnóstico preciso e selecionará um tratamento.


Assista o vídeo: SUÍNOS - tosse seca, febre, apatia, atraso no ganho de peso - enzoótica suína SAIBA AQUI A SOLUÇÃO (Pode 2022).