Conselho

Descrição das melhores variedades de rosas holandesas, características de plantio e controle de pragas

Descrição das melhores variedades de rosas holandesas, características de plantio e controle de pragas


We are searching data for your request:

Forums and discussions:
Manuals and reference books:
Data from registers:
Wait the end of the search in all databases.
Upon completion, a link will appear to access the found materials.

As rosas holandesas são a escolha preferida de muitos jardineiros em todo o mundo. A cultura é bastante caprichosa, cuidar dela não será fácil. No entanto, o resultado valerá o esforço. As flores de alta qualidade diferem umas das outras na altura dos arbustos, tonalidades e tamanho dos botões. Independentemente de sua escolha, qualquer variedade irá encantar os olhos com sua sofisticação.

As vantagens e desvantagens da cultura

Muitas pessoas pensam que as rosas holandesas são uma cultivar de plantas. Na verdade, esse é o nome de um tipo de flor. Este nome significa que essas variedades foram criadas por criadores holandeses. Estas rosas são mais frequentemente vistas em lojas de flores.

Rosas holandesas também são adequadas para crescer em seu site. Isso exigirá muita diligência e atenção às plantas.

Vantagens e desvantagens das rosas holandesas

Prós:

  • variedade de variedades;
  • preservação a longo prazo dos botões após o corte;
  • floração abundante;
  • alta resistência ao frio.

Desvantagens:

  • as plantas exigem cuidados;
  • difícil de propagar.

O uso de rosas holandesas em paisagismo

Rosas holandesas são freqüentemente usadas por jardineiros como elementos de paisagismo. Rosas costumam ser usadas como acentos - para isso, as flores devem ter um formato não trivial que chame a atenção com uma cor brilhante.

Flores de tons calmos e variedades clássicas são utilizadas como principais plantas que dão o tom de toda a composição. Ao mesmo tempo, é importante prestar atenção especial às propriedades da variedade selecionada - seu tamanho na idade adulta, a duração da floração.

As rosas grandes criarão um cenário harmonioso para flores e arbustos menores. Arbustos pequenos em crescimento são adequados para o fundo de plantas grandes que crescem separadamente.

As melhores variedades de variedades holandesas

Para não se confundir ao ver a variedade varietal de rosas holandesas, você deve se familiarizar com os principais tipos com antecedência.

O Grand Prix

Uma das variedades mais populares. Depois de cortadas, as flores são capazes de manter uma aparência apresentável por cerca de duas semanas. O Grande Prêmio tolera geadas até -15 graus. A planta é um arbusto volumoso, com cerca de um metro de altura. O botão é cor de vinho. Flores com diâmetro de 10 a 12 centímetros.

Lydia adorável

Esta planta é um arbusto curto de 50-80 centímetros, com um grande número de botões. Os botões não têm mais de 3 centímetros de tamanho, rosa brilhante. Resiste bem ao frio, pouco resistente a doenças.

Avalanche

A rosa é branca com uma ligeira tonalidade esverdeada. Flores volumosas caracterizadas por uma floração longa. A planta pode atingir uma altura de 60 a 90 centímetros. Tolera bem a geada, tem imunidade ao oídio.

Liberdade

O arbusto é grande - pode atingir a altura de 2 metros. Botões ligeiramente alongados, com cerca de 13 centímetros de diâmetro. A planta é resistente à geada, gosta de crescer em locais com sombra moderada. Os botões são vermelho-escuros, de cor aveludada. As pétalas têm bordas onduladas.

Alta Magia

A variedade é o chá híbrido. O arbusto tem cerca de 1 metro de altura. Não há espinhos nas hastes. O cheiro da flor é fraco. Via de regra, floresce um botão, mas também floresce com escovas. A cor dos botões é amarelo-avermelhado, “ígneo”. Entre as propriedades da planta, destacam-se a resistência ao gelo e a baixa probabilidade de doenças.

Mohana

Essa variedade cresce em arbustos compactos de até um metro de altura e 60 centímetros de largura. Um grande número de folhas é verde escuro. Quase não há espinhos nas hastes. Grandes flores amarelas com bordas avermelhadas. Aroma fraco. Não tem medo de mau tempo, geadas e doenças.

Wendela

Um arbusto de até um metro de altura, com delicados botões brancos cremosos. Muitas vezes, torna-se a base de buquês de casamento. Moderadamente resistente à precipitação e geadas, não tolera muito bem as doenças. Em temperaturas abaixo de +6 graus, a planta deve ser protegida.

Características de pouso

As variedades de rosas holandesas são plantadas ao ar livre no final da primavera para evitar mudanças bruscas de temperatura e facilitar a sobrevivência em um novo local. O local de pouso deve ser protegido dos ventos. Além disso, a maioria das variedades de rosa holandesa precisa de sol. As plantas adoram solos soltos, moderadamente úmidos e com acidez mínima. A circulação de ar é importante. Para aumentar o fluxo de ar, areia ou turfa podem ser adicionados ao solo.

O solo não deve ser muito úmido e as rosas não devem ser plantadas em locais onde a água subterrânea está localizada perto das camadas superiores do solo. Esterco maduro ou composto é adequado como fertilizante. As mudas devem ser examinadas cuidadosamente antes do plantio. As peças danificadas e secas são removidas. Se você propagou rosas por enxerto, elas devem ser plantadas no solo no momento em que os brotos aparecem dos botões.

Requisitos básicos para o cultivo

Na primavera, a fertilização com nitrogênio é útil para as flores. Antes da floração, cerca de três semanas, são usados ​​fertilizantes de fósforo e potássio. A partir de meados de julho, a alimentação não é mais feita para facilitar o preparo da flor para o inverno.

Para proporcionar às plantas boas condições de cultivo, não se esqueça de fertilizar a tempo.

A rega é calculada com base no clima. Rosas não gostam de excesso de umidade. A água deve estar em temperatura ambiente, o melhor de tudo, estabilizada. Deve-se regar pela raiz, evitando que a água entre nas folhas e flores da planta. Para o inverno, as flores precisam ser cobertas. No primeiro inverno, a planta é coberta com ramos de abeto e linho.

Métodos de reprodução

Rosas holandesas devem ser propagadas por estacas. Para a reprodução, as rosas são colhidas sem danos visíveis, que, após o corte, têm cerca de duas semanas.

As estacas são cortadas a partir do meio do caule. 2-3 botões devem crescer em uma peça. De baixo para cima, o corte é feito em um ângulo de 45 graus, sob o rim inferior. Imerso em uma solução que ativa o crescimento do sistema radicular. A borda superior é cortada em ângulo reto, tratada com parafina ou cera.

Depois disso, as estacas são imersas em água ou solo nutriente. Cubra com um saco, filme ou frasco. Depois de algumas semanas, os brotos aparecerão dos botões.

O surgimento de brotos significa que o sistema radicular começou a se formar. Depois disso, é hora de plantar as mudas no solo. Rosas cultivadas dessa maneira crescem melhor dentro de casa, mas as flores costumam crescer também ao ar livre.

Controle de pragas e doenças em rosas

Antes do inverno, quando a planta perde as folhas, elas são colhidas e queimadas, pois parasitas perigosos para as rosas passam o inverno nas folhas. Um perigoso inimigo das variedades de rosas holandesas é o ácaro-aranha. Esses insetos são difíceis de ver na planta, mas são os que diminuem a defesa natural da flor contra outros parasitas e doenças.

Para fins preventivos, as plantas precisam ser inspecionadas periodicamente. Percebendo um ninho de aranha na planta, você também deve se livrar dele. Se a planta for saudável, ela será capaz de derrotar a doença por conta própria. Para ajudar a planta, é importante organizar a rega na hora e com moderação, não se esquecer do regime de temperatura e, periodicamente, remover as ervas daninhas.

No verão, para fins preventivos, é utilizado o tratamento dos arbustos com água e sabão. Ao mesmo tempo, a parte inferior da planta é processada. Além disso, este procedimento é realizado em um dia nublado ou após o pôr do sol para proteger a rosa das queimaduras solares.


Assista o vídeo: Saiba como plantar vagem (Novembro 2022).