Conselho

Descrição dos cavalos da raça de arreios bielorrussos e as especificações de sua manutenção

Descrição dos cavalos da raça de arreios bielorrussos e as especificações de sua manutenção


We are searching data for your request:

Forums and discussions:
Manuals and reference books:
Data from registers:
Wait the end of the search in all databases.
Upon completion, a link will appear to access the found materials.

A principal característica do cavalo de tração bielorrusso é que, ao contrário de outros representantes de sua espécie, esta raça continua em demanda nos esportes equestres, na agricultura e em outras esferas da vida humana. Os animais são caracterizados por uma constituição forte e disposição calma. Portanto, cavalos de tração bielorrussos são freqüentemente usados ​​para treinar jovens cavaleiros.

História de origem

Por muitos anos, os criadores bielorrussos tentaram criar sua própria raça de cavalos. Os cientistas queriam obter um animal que possuísse simultaneamente força, resistência, maior desempenho e velocidade. Para isso, os criadores cruzaram representantes das seguintes raças:

  • Polonês;
  • Ardennes;
  • nord sueco;
  • Goodbrandal.

Os primeiros representantes da raça de arreios bielorrussos surgiram no início do século XIX. No entanto, esta raça foi oficialmente registrada apenas em 2000. Por quase 200 anos de história, vários haras da Bielorrússia criaram cavalos de tração. Até o momento, apenas 2 dessas empresas sobreviveram. Os machos, para melhorar a raça, realizam a seleção ao longo de seis linhas. Os mais comuns são os descendentes do garanhão Orlik, o Primeiro. Os representantes desta linha distinguem-se por um bom físico e uma disposição enérgica.

Os descendentes de Orlik, o Primeiro, ganharam prêmios em várias competições mais de uma vez.

A linha Anode First é considerada promissora. Os descendentes deste garanhão, obtidos principalmente por inseminação artificial, destacam-se pela resistência. Assim, um desses cavalos conseguiu transportar uma equipe de mais de 20 toneladas.

Características e descrição do cavalo de tração bielorrusso

A raça bielorrussa é subdividida em 2 tipos, diferindo um do outro tanto nas características externas quanto na tração.

Exterior

A altura média dos cavalos adultos desta raça chega a 1,56 metros. Nesse caso, o comprimento do corpo dos animais é de 1,62 metros. Essa diferença é considerada uma das principais características da raça. A variedade de serviço pesado (principal) tem um corpo maciço. O peso total dos representantes adultos desta subespécie é de 600 quilos. Cavalos de uma subespécie leve foram criados para participar de competições. Portanto, esses animais diferem nas características dos cavalos de montaria: pequena massa, aparência graciosa e outras.

Entre as características do cavalo de tração bielorrusso, destacam-se as seguintes:

  • a cabeça é de tamanho médio com focinho encurtado;
  • pescoço trapezoidal e maciço;
  • peito largo e aberto, com circunferência atingindo 1,95 (para garanhões) e 1,88 (para éguas) metros;
  • Corpo longo;
  • a linha de trás é reta;
  • sacro maciço e largo;
  • pernas fortes e secas de comprimento médio;
  • pêlos grossos e exuberantes, tanto na crina quanto na cauda.

Os cavalos puro-sangue bielorrusso se distinguem pelos tons de vermelho claro, marrom bordô (com cabelo preto), marrom, vermelho e creme. Com menos frequência, o corpo desses animais é branco, cinza ou preto.

Aparência

Os representantes desta raça demoram muito para amadurecer. As características do animal se manifestam em garanhões de 5 anos. Nessa idade, os cavalos têm uma crina longa e espessa, que não é recomendável cortar. Na subespécie ponderada, há um crescimento excessivo no cabeçote.

Outra característica da raça é que os adultos têm um forte chifre de casco. Graças a isso, os criadores não ferram cavalos que estão envolvidos em terraplenagem. Os representantes das subespécies leves são distinguidos por pernas alongadas e uma juba curta e fina. O corpo desses cavalos é menos massivo.

Qualidades produtivas

Os cavalos bielorrussos costumam ser criados para produzir koumiss. Os adultos são capazes de produzir mais de 1,6 toneladas de leite durante todo o período de lactação.

Além disso, esta raça se distingue pelo aumento da produtividade da carne. O rendimento no abate do produto em potros de um ano e meio chega a 52%.

Comparação com outras raças bielorrussas

O Cavalo de Arreios é a única raça criada no território da Bielo-Rússia. Porém, os criadores locais não desistem de tentar melhorar as características do animal. Para fazer isso, os criadores bielorrussos desenvolvem linhas separadas de cavalos de arreios, criam subespécies com suas próprias características. Em particular, existem variedades desta raça que são mais duradouras ou demonstram melhores qualidades de corrida.

As especificidades de manutenção e cuidados

Recomenda-se manter os cavalos da raça bielorrussa em baias de madeira ou tijolo. Para animais adultos, é necessário construir baias com tamanho mínimo de 3,5x3,5 metros. Esses cavalos requerem caminhadas diárias por várias horas e contato regular com outros cavalos.

Pelo fato dos animais atingirem tamanhos grandes, a altura do teto no recinto deve ultrapassar três metros. Cada box deve ter janela e boa ventilação. Neste caso, é necessário organizar a sala para que não surjam correntes de ar por dentro. Os cavalos precisam trocar a cama diariamente, que é feita de turfa, serragem ou palha.

O que alimentar?

A dieta de um animal depende diretamente do âmbito de aplicação. Cavalos desta raça são recomendados para dar:

  • feno;
  • aveia;
  • Farelo;
  • cenoura;
  • sal.

Como aditivos, os animais recebem complexos de vitaminas e minerais, maçãs, beterrabas forrageiras e melancias. Os cavalos precisam de água antes de cada alimentação. Ao mesmo tempo, é importante prevenir o consumo descontrolado de álcool. Após o trabalho (corridas), os garanhões podem beber mais água do que o corpo necessita. Isso pode causar problemas com o funcionamento do sistema digestivo.

Como criar uma raça?

Para excluir o aparecimento de cavalos não puros, recomenda-se a criação apenas de animais saudáveis, em cujo comportamento não houve desvios. Um par em que a égua é maior que o cavalo é considerado ótimo.

Ele pode ser criado tanto natural quanto artificialmente. Garanhões com mais de três anos podem acasalar. A essa altura, o organismo dos cavalos já está totalmente formado.

A época recomendada para o acasalamento é o período de março a julho. Se a concepção ocorrer durante este período, o potro nascerá no início da primavera, quando houver grama fresca disponível.

Doenças e tratamentos

A raça bielorrussa é caracterizada pelas mesmas doenças que são encontradas em outros cavalos:

  • artrite;
  • tuberculose;
  • anemia;
  • eczema;
  • cólica;
  • tétano e outros.

A lista de doenças que ocorrem em representantes da raça de arreios bielorrussos contém mais de 10 patologias diferentes. Nesse sentido, o método de tratamento é selecionado levando em consideração as características do processo infeccioso e outras doenças.

Âmbito de aplicação

Os representantes da raça bielorrussa distinguem-se por uma disposição boa e calma. Portanto, esses cavalos são usados ​​para passeios e esportes equestres. Além disso, esses animais são adequados para o treinamento de jóqueis iniciantes. Os cavalos bielorrussos correm facilmente com arreios e cabos pesados ​​são usados ​​no trabalho agrícola.


Assista o vídeo: Arreio banana Basto Crioulo Selaria Cabanha (Novembro 2022).