Conselho

Descrição da variedade de ameixa, beleza da Manchúria, variedades de polinizadores e cultivo


Se você escolher uma safra de frutas para regiões com invernos rigorosos, a ameixa manchu será uma das melhores opções. Esta planta compacta não impõe requisitos especiais nas condições de cultivo, ela se distingue por um maior grau de resistência à geada e a capacidade de fornecer rendimentos estáveis, embora moderados. Para cultivar uma bela ameixa manchu, basta aderir à tecnologia agrícola correta e escolher apenas material de plantio de alta qualidade.

A história da seleção da beleza manchu

A seleção de mudas de ameixa manchu foi realizada por M.F. Ivanov, que viveu na Manchúria (século XX). As plantas jovens chegaram ao Extremo Oriente no final da década de 1920, foram enviadas pela A.A. Taratukhin. E já o distribuidor da promissora ameixa manchu era o criador N.N. Tikhonov. A variedade foi obtida a partir do cruzamento de três variedades de ameixas: Chinesa, Ussuri e Simona.

Características distintivas e descrição da variedade

A ameixa manchu é uma árvore de crescimento rápido, visto que o condutor central nela é fracamente expresso, sendo frequentemente considerada um grande arbusto. A planta atinge uma altura de apenas 1,6-1,8 metros. Uma copa densa e arredondada é formada por ramos castanho-acinzentados e rebentos castanhos curvos. A casca tem textura escamosa, devido ao despertar ativo dos rins, observa-se aumento da ramificação.

Flores de pequeno porte estão nos ramos do buquê. Um botão contém até três flores brancas, que se abrem antes das folhas.

O aparelho foliar é caracterizado por uma cor verde escura e uma superfície brilhante. Em comprimento, as placas de folha crescem até 10 centímetros e sua largura é de 4 centímetros. A forma é em forma de elipse, a parte superior é pontiaguda e a própria placa é ligeiramente côncava.

O formato da ameixa de beleza manchu é predominantemente redondo, pressionado na base, há um funil estreito e profundo e uma sutura abdominal bem visível. O peso médio é de 15-20 gramas, mas existem amostras grandes - até 30 gramas. O pedúnculo é curto e grosso.

A pele é pouco densa, é fina e de cor castanha com laivos azulados. A pedra é alongada, pequena, difícil de separar. O sabor das ameixas da beleza manchu é doce e azedo, o aroma é suave.

Os indicadores de teor de açúcar da ameixa manchu são 15%, matéria seca 24%, ácidos titulados - 1,7%. Existem quase 9 miligramas de ácido ascórbico por 100 gramas de produtos.

Características

A beleza da ameixa Chuiskaya, como a variedade também é chamada, ganhou o reconhecimento dos entusiastas da jardinagem por sua resistência a fatores ambientais adversos. Para seu cultivo com sucesso, é necessário considerar com mais detalhes todos os seus pontos fortes e fracos.

Resistência varietal a temperaturas abaixo de zero e seca

A beleza da ameixa manchuriana de Ussuriiskaya - uma variedade resistente ao frio, teve um alto grau de resistência à geada. A planta tolera temperaturas baixas até -40 graus sem dor. A resistência à seca é boa, mas no calor recomenda-se regar as ameixas abundantemente, a frequência de irrigação é de 1 vez em 10-12 dias.

A falta de umidade, assim como o seu excesso, não se reflete da melhor forma na safra futura.

Além disso, não se deve permitir a estagnação da umidade do solo, caso contrário, há uma grande probabilidade de desenvolvimento de processos de putrefação no sistema radicular da árvore.

Suscetibilidade a doenças e parasitas

Perto da bela ameixa manchu, jardineiros experientes notam uma imunidade aumentada a doenças graves e insetos nocivos. Portanto, ao cultivar no Extremo Oriente, não há perigo de infecção por rubéola. A planta tem um nível suficiente de resistência à doença do clasterosporium, bem como a infecções fúngicas que provocam o aparecimento de coccomicose. Apenas contra a moniliose, a ameixa da Manchúria não tem imunidade.

Para prevenir o desenvolvimento de doenças e a invasão de insetos nocivos, é necessário realizar medidas preventivas tanto no outono como na primavera.

Variedades de polinizadores

Uma vez que a ameixa manchu não é uma planta autofértil, ela precisa de variedades adicionais de polinizadores para uma frutificação eficaz. É melhor usar para esses fins as ameixas douradas do Ural, do Ussuri, do vermelho dos Urais ou da Manchúria. Os indicadores de produtividade da ameixa manchu aumentam significativamente se 2-3 variedades forem plantadas nas proximidades com os mesmos períodos de floração.

Produtividade e frutificação

A beleza da ameixa manchu é uma planta de crescimento rápido. A primeira safra já pode ser obtida no terceiro ano após o plantio em local permanente. A frutificação é estável. Uma planta jovem dá de 8 a 10 quilos de ameixas deliciosas e uma adulta - até 24 quilos.

Para evitar a quebra da safra, a colheita deve ser realizada de 3 a 4 dias antes do vencimento para o consumidor.

Onde está o fruto da árvore usado

As ameixas de beleza manchu se distinguem por uma ampla gama de componentes úteis, sabor de sobremesa e leve acidez. Podem ser utilizados para fazer preparações caseiras, compotas e conservas, sendo também muito saborosos quando consumidos frescos.

Os principais prós e contras da cultura

A beleza Manchuriana ameixa tem uma lista completa de características positivas, incluindo:

  • maturidade precoce;
  • finalidade universal de frutas;
  • alto consumo e qualidades comerciais;
  • cuidado despretensioso;
  • resistência à geada;
  • resistência à seca;
  • aumento da imunidade a doenças e indivíduos parasitas;
  • rendimento estável.

Das desvantagens da ameixa manchu, pode-se notar:

  • a necessidade de moldagem de copa regular devido à taxa de crescimento intensivo da árvore;
  • dependência da produtividade da variedade de outros polinizadores.

Plantio de ameixa no local

Para obter resultados elevados, é recomendável seguir o momento e a tecnologia de plantio da ameixa da Manchúria.

O melhor momento para o trabalho de plantio

Quando cultivada nas regiões do norte, é necessário determinar a ameixa de beleza manchu para um lugar permanente no jardim na primavera. Se o trabalho for feito no outono, há uma grande probabilidade de danos causados ​​pela geada na muda.

Local de entrega ideal

A cultura mais produtiva se manifesta em uma área bem iluminada e protegida dos ventos. A profundidade da água subterrânea no local de pouso não deve ser inferior a 1,5 metros. Vale a pena preparar uma cova em uma colina; plantar em uma planície tem o efeito prejudicial do ar frio estagnado em uma planta jovem.

Vizinhos favoráveis ​​e indesejados

Recomenda-se colocar a ameixa manchu da macieira e arbustos do jardim a uma distância de 3-4 metros. A vizinhança com uma pera alta não tem o melhor efeito na beleza Chuya, a planta não recebe luz solar suficiente. Dada a baixa estatura da fruticultura, não vale a pena identificá-la junto a plantações decorativas de caducifólias e coníferas.

Seleção e preparação de uma muda

É mais conveniente comprar mudas de um ou dois anos com um sistema radicular bem desenvolvido. Seus ramos devem ser elásticos, sem sinais de doenças, vestígios de podridão e vários tipos de danos. As raízes não devem estar secas. Antes do plantio, eles são mantidos em uma pasta de argila por várias horas.

Processo tecnológico de plantio

Para evitar a estagnação da umidade no futuro, uma camada de drenagem de 10 centímetros de espessura deve ser colocada na fossa. Para a ameixa da Manchúria, solo argiloso e podzólico com acidez moderada é preferível. Para fertilizar o solo, composto (30 kg), azofoska (800 gramas), carbamida (200 gramas) e cloreto de potássio (200 gramas) são aplicados por metro quadrado. A composição de nutrientes é adicionada para cavar.

Processo de desembarque passo a passo:

  1. Uma mistura de solo é despejada em um buraco preparado com uma profundidade e diâmetro de 60 centímetros na forma de um monte.
  2. Coloque uma muda no centro e espalhe suas raízes. Não vale a pena aprofundar o colo da raiz, ele deve estar 3-4 centímetros mais alto do nível do solo.
  3. As raízes são borrifadas e o solo é cuidadosamente compactado para excluir os vazios.
  4. Um sulco é formado ao redor da muda e 1-1,5 baldes de água são introduzidos.
  5. O solo é coberto com turfa ou húmus.

Cuidado adequado da planta

A beleza da ameixa manchu não requer uma abordagem especial em termos de cuidado. Basta umedecer o solo em tempo hábil, remover as ervas daninhas, aplicar cobertura e realizar a poda padrão.

Irrigação e cobertura

As atividades de irrigação são realizadas uma vez por mês. O solo deve ser umedecido em 40 centímetros. O fertilizante é aplicado após 2-3 anos, usando uma composição de verbasco (2 kg), uréia (25 gramas) e nitrato de amônio (25 gramas). No verão, as cinzas são usadas a uma taxa de 200 gramas por 1 metro quadrado.

Formação de coroa

A poda deve ser feita na primavera ou no outono, antes do início do frio. A moldagem da ameixa é realizada a partir do segundo ano e continua até 4 anos. No futuro, ramos incapacitados, brotos danificados são removidos. A superfície da ferida é tratada com verniz de jardim.

Tratamentos preventivos

Para prevenir o desenvolvimento de doenças, é necessário desbastar periodicamente a copa da ameixa. No círculo próximo ao caule, vale a pena remover as folhas e frutos caídos. É eficaz no tratamento de plantas com líquido Bordeaux contra microorganismos patogênicos (3 vezes por temporada).

Afrouxamento e cuidado do círculo do tronco

Após cada irrigação, o solo deve ser afrouxado para evitar a privação de oxigênio das raízes. Recomenda-se cobrir o solo com húmus, turfa e grama recém-cortada.

Preparando-se para o inverno

As plantações jovens são protegidas com tecido não tecido ou estopa. Nas árvores adultas, o tronco é caiado de branco e o círculo próximo ao tronco é coberto com serragem, agulhas e palha.

Avaliações de jardineiros experientes sobre a variedade

A beleza da ameixa manchu tem críticas positivas. Eles o apreciam por sua durabilidade, resistência à geada e alta imunidade. Mesmo os jardineiros novatos podem cultivar uma cultura.


Assista o vídeo: PLUMS: KNOW THE BENEFITS, HOW MUCH AND HOW TO EAT!!! (Dezembro 2021).