Ofertas

Tratamento de uréia no jardim primavera

Tratamento de uréia no jardim primavera


We are searching data for your request:

Forums and discussions:
Manuals and reference books:
Data from registers:
Wait the end of the search in all databases.
Upon completion, a link will appear to access the found materials.

A uréia, ou uréia, é um composto químico, a diamida do ácido carbônico. A substância é representada por cristais brancos, solúveis em solventes polares na forma de água, etanol e amônia líquida. Se for necessário compartilhar a uréia com outros fertilizantes, é imperativo levar em consideração os indicadores de pH.

Propriedades da uréia

Este fertilizante em forma de amida é o fertilizante contendo nitrogênio mais concentrado conhecido. A forma granular possui excelentes características físicas, incluindo falta de endurecimento e preservação da friabilidade, mesmo após armazenamento prolongado. Perfeito para cobertura de raízes e foliares, e também parte dos curativos complexos mais eficazes.

A uréia, quando introduzida no solo, se dissolve e se transforma em carbonato de amônio, que é um composto instável que se decompõe no ar, transformando-se em bicarbonato de amônio e amônia. O amônio resultante é gradualmente absorvido pelas culturas hortícolas, após o que não restam resíduos ácidos ou alcalinos.

Indicações de uso

Recomenda-se que a uréia seja usada como fertilizante principal em qualquer tipo de solo e em uma variedade de plantações de frutas e hortaliças ou culturas verdes no jardim. Como regra, a uréia é usada nos seguintes casos:

  • fome de nitrogênio, que se manifesta por um atraso no crescimento e desenvolvimento, amarelecimento das folhas, floração fraca, falta de ovários;
  • formação insuficiente de frutos, bem como aparência deformada do fruto ou derramamento.

Como tratar um jardim com uréia

O tratamento do jardim e a cobertura das culturas do jardim devem ser realizados de manhã ou à noite. A instrução padrão para preparar a solução envolve dissolver 30-40 g de uréia em 10 l de água. Características de aplicação, a taxa de consumo depende do tipo de solo.

O solo

Recursos de alimentação

Leve, pododólico

Deve-se dar preferência à introdução de uréia no contexto da irrigação ativa

Condições de chuva

A uréia e a uréia são equivalentes em termos de aplicação principal

Solos neutros e alcalinos

Para aumentar a eficiência e reduzir as perdas de componentes que contêm nitrogênio, é realizado um afundamento imediato no solo e irrigação.

É importante lembrar que a pulverização de uréia nas plantações de frutas e bagas pode retardar a estação de crescimento, o que ajuda a proteger os ovários da morte no início da primavera. É por isso que esse evento é recomendado como um dos obrigatórios no cultivo de frutos com caroço de maturação precoce. O tratamento da primavera de plantações de jardins contra doenças e pragas com uréia deve necessariamente ser realizado em tempo hábil.

Preparação para processamento e processamento

Durante a floração da primavera, recomenda-se que as plantas de maçã, ameixa e pera sejam tratadas com uréia. Tal evento é muito eficaz para a prevenção de danos às plantações de jardins por lagartas de mariposas, pulgões, tinnitsa e flores de maçã. Antes do tratamento deve ser devidamente preparado plantas.

Imediatamente antes do processamento, é necessária a poda sanitária e todas as áreas doentes ou doentes do córtex são removidas esfregando-as com uma espátula ou escova de aço. Essa preparação preliminar será capaz de fornecer no processo de pulverização o contato direto da solução com a área afetada ou o acúmulo de pragas de insetos.

Para a destruição mais eficaz de parasitas e doenças de plantas, é necessário usar uma solução concentrada. Para preparar a solução de trabalho, diluir 0,5-0,7 kg de uréia em 10 litros de água. Jardineiros experientes recomendam a pulverização na primavera na primeira década de março e nos últimos dias do mês. É importante lembrar que o segundo tratamento é realizado com uma solução menos concentrada, que protege a folhagem das queimaduras.

Adubação de plantações de jardins

A uréia, ou uréia, é merecidamente um dos fertilizantes mais populares e valiosos, devido ao alto conteúdo de formas de nitrogênio facilmente assimiláveis. Este tipo de fertilizante pode ser aplicado separadamente ou combinado com outros compostos nutricionais, utilizados para o preparo de raízes e foliar, exatamente nos períodos em que a cultura hortícola é mais necessária para esse evento.

Depois de determinar o tipo de solo, você deve prestar atenção às características botânicas e ao estágio de desenvolvimento da cultura.

Cultura hortícola

Normas para o tratamento de raízes

Repolho, cebola, beterraba, tomate, pimentão, batata

Aproximadamente 20–22 g por metro quadrado

Leguminosas e Pepinos

5-7 g por metro quadrado

Morangos, amoras, morangos

25 g por 10 litros de água e não mais de 1 litro sob a planta

Groselha

8-10 g por 10 l de água

Groselha

18 a 20 g por 10 litros de água

Abobrinha, berinjela e abobrinha

10-12 g por metro quadrado

Cerejeiras e ameixeiras

120-150 g por 10 litros de água

Macieiras

230-250 g por 10 litros de água

A fertilização na fase de semeadura ou plantio é realizada diretamente nos sulcos ou nos buracos da plantação. Entretanto, nesse caso, um pré-requisito é o uso de uma camada de solo, o que ajudará a evitar a redução dos indicadores como resultado da exposição direta à amônia.

Para a alimentação foliar de culturas vegetais, é utilizada uma solução nutritiva à base de 9 a 15 g de grânulos diluídos em 10 litros de água. Como regra, 55 a 60% do volume de uréia necessário para a nutrição das plantas é introduzido no outono e os 40 a 45% restantes devem ser pagos na primavera.

Tipos de pulverização por mola

A uréia também está muito bem estabelecida como cobertura para as mudas da maioria das culturas de jardins. Nesse caso, a solução padrão é usada aproximadamente duas semanas antes do plantio de plantas jovens em um local permanente. Assim, a uréia é o meio mais eficaz e acessível, em termos de custo e uso.